Contém Flores!

Caminhar é o melhor jeito de descobrir a cidade. Foi caminhando pela Rua Bahia, em Higienópolis, que conheci uma pequena floricultura dentro de um contêiner. O nome é bem apropriado: Contém Flores.

Lá dentro, vários arranjos prontos podem ser escolhidos e levados para casa. E o lugar não tem atendente. O cliente escolhe, passa o cartão na maquininha e leva o arranjo embora.

Eu entrei, olhei, fotografei, procurei se tinha alguém nos fundos para conversar, mas não tinha. Fui embora com uma curiosidade sobre aquele lugar.

Depois de alguns dias, conversei com a Ruchelle Crepaldi. Ela é filha da Lenir Bragantin, 62 anos, a florista que cria os arranjos. A Contém Flores existe desde maio de 2017. Lenir é, também, cabeleireira e proprietária do salão Na Bahia, que fica ao lado da loja de flores.

Além de cuidar dos cabelos das clientes, ela gosta de fazer arranjos. E fazia para enfeitar o salão, a casa e presentear. Só que os arranjos foram fazendo sucesso, surgiram encomendas, até que, segundo Ruchelle, o espaço ficou pequeno para tantas flores. E aí elas resolveram aproveitar duas vagas de garagem ao lado do salão e criar um espaço para esses arranjos. E assim, dentro de um contêiner, surgiu a Contém Flores. Como o faturamento é pequeno e não compensa ter um funcionário, optaram por trabalhar com auto-serviço.

E, claro, precisei perguntar se já houve calote. “Nunca sentimos falta de nada. Já tiveram casos pontuais de pessoas que abusaram, levaram coisas a mais. Mas nós trabalhamos com o princípio de que se isso acontecer, o problema não é nosso, é da pessoa”, diz Ruchelle.

Deixe uma resposta