A Praça da Nascente tem que ficar aqui!

A Praça Homero Silva, em Perdizes, é conhecida desde 2013 como Praça da Nascente. O nome popular é até mais forte do que o oficial e traduz a riqueza guardada naquele espaço: 8 afloramentos de nascentes do córrego Água Preta, que segue seu curso pelas galerias da cidade até chegar ao Rio Tietê.

Embora seja parte da cidade há muito tempo, foi quando moradores da região se juntaram para revitalizar o local que a praça se tornou um lugar efetivamente utilizado. Esse grupo se organizou no coletivo Ocupe & Abrace e trabalhou para limpar, plantar, pintar, cuidar e também cobrar do poder público aquilo que ele deve fazer.

Um dos trabalhos foi construir um lago usando a água dos afloramentos. Miriam Mello Franco, membro do coletivo Ocupe & Abrace, conta que ali era um charco e foi desenvolvido um trabalho de canalização da água dos afloramentos que ficam na parte mais alta para caírem no lago. Hoje, o lugar tem peixes, sapo, plantas e é visitado por pessoas de outros bairros, pesquisadores, estudantes.

O lago da Praça da Nascente fica a apenas 7 km do centro de São Paulo. Foto: Miriam Mello Franco

Agora, imaginem o que é ter um lago com sapo bem no meio de São Paulo, a apenas 7 km do centro? É algo inusitado e importante porque torna o meio-ambiente palpável dentro da cidade.

Ao ver um afloramento e um lago com sapo, a pessoa se surpreende. E mesmo que ela não saiba de imediato do que se trata, passa a ter contato com o fenômeno, e esse contato também é Educação Ambiental.

Como costuma dizer o botânico Ricardo Cardim, “ninguém preserva aquilo que não conhece”. Por isso é preciso permitir o acesso das pessoas aos espaços, à vegetação nativa, à água das nascentes.

Praça da Nascente ameaçada

Mas a Praça da Nascente está se sentindo ameaçada com a possibilidade de construção de um prédio no terreno ao lado. O motivo é que a fundação necessária para esta obra vai rebaixar o lençol freático e, com isso, afetar os afloramentos, que podem até secar.

O coletivo abraçou essa causa e está lutando para que tal obra não aconteça. É uma luta que vem desde 2014, quando eles foram atrás de um certificado que comprovasse a existência dos afloramentos.

Foto: Miriam Mello Franco

Hoje, eles têm um certificado do Instituto Geográfico e Cartográfico que atesta a existência de 13 pontos de afloramento de água naquela região. 8 deles estão dentro da praça e 5 estão no entorno. Destes cinco, dois ficam dentro do terreno da polêmica.

Este certificado faz parte de um inquérito civil que tramita desde 2014 no Ministério Público do Meio-Ambiente com o intuito de reunir provas de que as nascentes de fato existem e são importantes para a cidade.

Neste ano, foi aberta uma ação popular contra a Secretaria Municipal do Verde e Meio-Ambiente, que, segundo o coletivo, liberou o empreendimento de estudo de impacto ambiental.

Eles também organizaram um abaixo-assinado online pedindo para que não aconteça a verticalização ao lado da praça. O abaixo assinado é importante porque quanto mais gente abraçar a causa, mais visibilidade ela ganha dentro da prefeitura.

Também como parte dessa ação para salvaguardar as nascentes, foi lançado neste mês o documentário A Nascente Mora Aqui, de Gabriela Nassar, que retrata de uma maneira muito bonita e sincera a importância da Praça da Nascente e a luta que o coletivo Ocupe e Abrace e todos aqueles que querem preservar as nascentes do espaço estão enfrentando.

O documentário A Nascente Mora Aqui É fundamental para entender a história da praça e a polêmica atual

Praças são espaços públicos fundamentais nas cidades. Tem a ver com saúde, contato com a natureza, preservação ambiental.

Como bem disse o geógrafo Luiz de Campos, da iniciativa Rios e Ruas, no documentário, “Essa praça é muito importante pra toda São Paulo. O que acontecer a partir deste momento de conflito vai ser muito importante pra todo mundo que quer melhorar o seu ambiente, o espaço público e quer uma convivência pacífica e produtiva entre as pessoas no espaço de vida. Só quando tem mais gente pensando desse jeito você melhora a cidade”.

Quem quiser ajudar a Praça da Nascente pode assinar o abaixo-assinado aqui!👇

Deixe uma resposta