Um guia para quem quer ter mais contato com os orgânicos

Neste guia estão alguns restaurantes, lojas, mercados, padarias e feiras que oferecem aos moradores de São Paulo a oportunidade de ter mais contato com produtos orgânicos.

Falar em alimentos orgânicos não é falar apenas em comida produzida sem agrotóxico. Precisamos ampliar o olhar. Aqui, quando falamos em orgânicos, falamos em alimento produzido de forma sustentável. E, sem blá blá blá, sustentável é aquilo que se sustenta. E o que sustenta a agricultura orgânica? O trabalho em conjunto com a natureza, a preservação dos recursos naturais, o impacto mínimo ao meio ambiente, o retorno justo aos produtores, a preservação das comunidades agricultoras, sem falar na saúde dos trabalhadores que, na agricultura convencional, é altamente impactada pelos uso dos agrotóxicos. Na agricultura orgânica, cada sítio é entendido como um organismo vivo, em que as diferentes atividades se interligam em um só sistema, baseado principalmente na diversidade e na soberania das culturas locais. É esse ecossistema que vai resultar em um alimento bom, limpo e justo, livre dos químicos, livre das relações injustas ou exploradoras de trabalho.

Antes do crescimento do agronegócio e do poder da indústria alimentícia, a partir da década de 1970, os orgânicos eram os alimentos que todo mundo consumia nas cidades. Em São Paulo, as periferias eram bairros rurais, com chácaras que produziam muitos dos alimentos que circulavam pelos mercados da região central. O que hoje chamamos de orgânico era, no passado, a comida convencional do dia a dia. E vale lembrar que a agricultura natural existe há mais de 10 mil anos, ou seja, o ser humano sempre plantou sem veneno.

Isso se perdeu com o fortalecimento do agronegócio, o poder das grandes redes de supermercado e, também, com a cultura da pressa que se instalou entre nós. Uma agricultura orgânica respeita o tempo da natureza. E na natureza não tem manga, mamão ou laranja o ano todo. Os produtos são sazonais. Mas a gente se acostumou a comer mamão todo dia de manhã, então, os produtores manejam suas plantações, com o uso de químicos, para ter mamão o ano todo. Por isso, quando falamos de consumir mais orgânicos e fortalecer esse mercado, estamos falando não apenas para quem produz, mas também para quem consome. Precisamos rever hábitos e nos reconectar com os alimentos da estação, que são também mais nutritivos. E, certamente, o crescimento dos orgânicos dentro da cidade só vai acontecer pela demanda do consumidor. Quanto mais gente quiser, mais gente vai querer produzir e vender.
Eu acredito que esse será o caminho natural das coisas, mas será lento. Porque não é facil mudar nossos hábitos de vida. E a cidade nem sempre ajuda. Embora a disponibilidade de produtos orgânicos tenha aumentado em São Paulo, ainda é bem concentrada em regiões mais centrais, o que fica evidente nas feiras e empresas listadas nesse guia. Por isso, para aumentar a produção orgânica e fazer deste o modelo de vida que queremos, precisamos apoiar as organizações e feiras que permitem o acesso.

Lembrando que, aqui, certamente não estão todas as empresas da cidade que trabalham com orgânicos. Então, quem sentir falta de alguma empresa, feira ou pessoa nesta lista, manda um alô!

Antes de partir para o guia de fato, quero deixar aqui o registro de que dentro da agricultura orgânica há diversas correntes e propostas (agricultura biodinâmica, agricultura biológica, agricultura natural, permacultura e agroecologia), todas alinhadas com a sustentabilidade, o alimento natural e limpo.

RESTAURANTES

Essas casas trabalham com boa parte de seus insumos vindos da agricultura orgânica ou da agroecologia.

Casa Jaya
É um espaço cultural com restaurante, café, barraca de orgânicos e eventos relacionados à sustentabilidade. A casa funciona de segunda a sexta, das 11h30 às 22h e aos sábados das 12h às 22h.
Almoço: de segunda a sexta, das 11h30 às 15h e sábados, das 12h às 16h.
Jantar (Café Veredas): segunda a sexta: das 16h às 22h; sábados: das 17h às 22h.
Rua Capote Valente, 305, Pinheiros.
Tel.:  2935-6987
www.casajaya.com.br

Daya e Ture
Restaurante, empório, café e juicebar
Segunda a sexta: 8h às 19h.
Sábado: 9h às 17h.
Rua Dr. Mário Ferraz, 503, Itaim Bibi.
Tel.: 3078-4420.
www.dayaeture.com.br

Enoteca Sain Vin Saint
Restaurante, bar e enoteca. Utiliza insumos orgânicos e artesanais. Os vinhos são naturais, orgânicos e biodinâmicos, de pequenos produtores.
Segunda a sexta: 19h às 0h.
Sábado: 11h às 16h (brunch); 20h às 0h (jantar).
Rua Professor Atilio Inocenti, 811, Vila Nova Conceição.
Tel.: 3846- 0384
www.saintvinsaint.com.br

Le Manjue Organique
Trabalha com alimentos orgânicos e funcionais
Unidade Jardins
Terça a quinta: 12h às 15h30; 18h30 às 23h.
Sexta: 12h às 15h30; 18h30 às 0h.
Sábado: 12h às 0h.
Domingo: 12h às 0h.
Rua Vitório Fasano, 49, Jardins
Tel:  3034-0631
www.lemanjue.com

Maha Mantra
Restaurante vegetariano que trabalha com ingredientes orgânicos e de produtores locais.
Segunda a sexta: 11h30 às 15h.
Sábados, domingos e feriados: 12h às 16h.
Rua Fradique Coutinho, 766, Vila Madalena.
Tel.: 3032-2560
www.mahamantra.com.br

Tuju
Trabalha com ingredientes orgânicos e folhas e temperos vindos da própria horta. Toda a vegetação do restaurante é comestível.
Terça a sexta: 19h30 às 23h.
Sábados e feriados: 13h às 16h; 19h30 às 23h.
Rua Fradique Coutinho, 1248, Pinheiros
Tel.: 2691-5548 | 2691-5342
www.tuju.com.br

Vendinha das Gerais
Restaurante e empório que trabalha com produtos vindos de sítio próprio e de outros produtores. Também fazem marmitas congeladas preparadas com produtos orgânicos. O espaço funciona de segunda a sexta, das 10h às 18h.
Almoço: segunda a sexta: 12h às 14h30
Rua Visconde de Inhomerim, 324, Mooca
Tel.: 2601-7381
www.facebook.com/VendinhadasGerais

MERCADOS, EMPÓRIOS E LOJAS


Armazém do Campo
Vende produtos orgânicos e agroecológicos vindos de assentamentos da Reforma Agrária.
Segunda a sábado: 9h às 20h.
Alameda Eduardo Prado, 499, Campos Elíseos
Tel.: 3333-0652
www.facebook.com/ArmazemDoCampoProdutosDaTerra/

Armazém Organicamente
Vende frutas, legumes e verduras e vindos de produtores da periferia de São Paulo e do Instituto Terra Viva.
Segunda a sexta: 8h às 18h.
Rua Batista Crespo, 105, Campo Limpo
www.facebook.com/armazemorganicamente/

Casa Orgânica
É um supermercado 100% orgânico com hortifruti, produtos de empório, material de limpeza, maquiagem, roupas etc.
Segunda a sexta: 11h às 19h.
Sábado: 10h às 18h.
Rua Fidalga, 346, Vila Madalena
Tel.: 3813-0800
www.casaorganicasp.com.br

Quitanda da Vila
A loja tem hortifruti, mercearia, laticínios, refrigerados e produtos de limpeza. Na quinta-feira é publicada a lista de disponibilidade para o fim de semana.
Sábado: 9h30 às 15h.
Domingo: 8h30 às 14h.
Segunda: 8h30 às 13h30 (xepa).
Rua Dr. Malta Cardoso, 240, Saúde.
www.facebook.com/quitandadavila/

Solli Orgânicos
Supermercado 100% orgânico.
Segunda a sexta: 9h às 20h.
Sábado: 9h às 16h.
Domingo e feriados: 10h às 16h.
Avenida Pedroso de Morais, 816, Pinheiros.
Tel.: 3938-4137
www.solliorganicos.com.br

COMÉRCIO JUSTO

Estas lojas vendem produtos orgânicos a agroecológicos a preço de custo. Todos os gastos das empresas são transparentes e, quem quiser, pode contribuir com uma porcentagem na hora do pagamento.


Instituto Chão
Segunda a sábado: 8h às 14h.
Rua Harmonia, 123, Vila Madalena
www.institutochao.org

Instituto Feira Livre
Terça a quinta: 9h às 19h.
Sexta: 13h às 19h.
Sábado e Domingo: 9h às 15h.
Rua Major Sertório, 229, República
www.institutofeiralivre.org

CSA – Comunidade que Sustenta a Agricultura


A CSA acontece quando um grupo de consumidores se junta e garante a compra – a médio e longo prazo – da produção de um ou mais agricultores. As pessoas se comprometem a pagar um valor fechado por mês ou por ano e, em troca, recebem os alimentos produzidos por aquele grupo de agricultores ao longo do período. Em São Paulo, esse arranjo já funciona em alguns bairros como Butantã, Pinheiros, Ana Rosa, Itaim, Granja Julieta e Vila Mariana.
www.csasp.info

VIVEIRO DE PLANTAS

Estas padarias utilizam boa parte dos ingredientes orgânicos para produzir pães de fermentação natural

Sabor de Fazenda
Vende mudas de ervas e temperos orgânicos, vasos, composteiras e oferece cursos diversos.
Segunda: 13h às 17h.
Terça a sábado: 8h às 17h
Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria.
Tel.: 2631-4915.
www.sabordefazenda.com.br

PADARIAS


Leveda Padaria Artesanal
Tem fornada toda sexta-feira e os pedidos podem ser feitos pelo site
www.leveda.com.br

PAO – Padaria Artesanal Orgânica
Possui 8 lojas em São Paulo
Segunda a sábado: 7h às 20h
Domingo e feriado: 7h às 19h
Rua Bela Cintra, 1618, Jardins.
Tel.: 2193-2116.
www.padariaartesanal.com.br

FEIRAS ORGÂNICAS


Banca de Orgânicos no Epicentro Jardins
Terça-feira: 8h às 13h.
Rua da Consolação 3423, Cerqueira César
www.epicentrojardins.com.br

Continental Shopping
Quarta-feira e sábado: 9h às 15h – Piso Boulevard
Av. Leão Machado, 100 – Jaguaré.
www.continentalshopping.com.br

Escola Brasileira de Ecogastronomia
Sábado: das 9h às 15h.
Rua Apotribu, 101, Saúde.

Feira do Produtor Orgânico – Parque da Água Branca
Terça: 7h às 12h; 16h às 20h.
Sábado e domingo: 7h às 12h.
Parque da Água Branca – Avenida Francisco Matarazzo, 455, Perdizes.

Feira Orgânica de Itaquera
Sábado: 7h às 12h.
Rua Maria Luisa Americano, altura do nº 1000, Itaquera

Feira de São Miguel
Todo segundo domingo do mês, das 9h às 14h.
Praça da Paz – Rua Dr. José Guilherme Eiras, São Miguel Paulista

Feira Orgânica do CERET
Terça-feira: 7h às 13h.
Rua Eleonora Cintra, 1126, Tatuapé

Feira Bom preço do Agricultor
Sexta-feira: 15h às 20h
Rua dos Comerciários, s/n – Jabaquara (ao lado do metrô Jabaquara)

Feira Biodinâmica
Quinta-feira: 7h às 12h
Rua São Benedito (Entre as ruas Américo Brasiliense e Alexandre Dumas), Alto da Boa Vista

Feira do Modelódromo do Ibirapuera
Sábado: 7h às 13h.
Rua Curitiba, 292, Vila Clementino

Feirão Orgânico Parati
Segunda, quarta e sábado: das7h às 15h
Alameda dos Maracatins, 1769, Moema
www.facebook.com/FeiraoOrganicoParati/

Parque Burle Marx
Sábado: 7h30 às 14h.
Avenida Dona Helena Pereira de Moraes, 200 – Panamby

Quitandoca
Terça-feira: 8h30 às 14h30.
Sábado: 8h30 às 12h30.
Rua Guaicuí, 53, Pinheiros.

SESC Itaquera
Todo último sábado do mês, das 9h às 14h.
Av. Fernando do Espírito Santo Alves de Mattos, 1000, Itaquera

Shopping Lar Center
Domingo: das 8h às 13h
Av. Otto Baumgart, 500 – estacionamento
www.larcenter.com.br

Shopping Villa Lobos
Sábado: das 8 às 13h, no estacionamento externo
Avenida das Nações Unidas, 4777 – Alto de Pinheiros

4 comentários em “Um guia para quem quer ter mais contato com os orgânicos

Deixe uma resposta